Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"É mandá-los para dentro do fogo!"

por Rei Bacalhau, em 11.08.16

Incêndios.

 

São uma indisposição imensa que me avassala diariamente. No entanto, já devia estar habituado, porque todos os anos é a mesma coisa.

Na prática, a destruição de imensas áreas de floresta não afecta directamente o cidadão comum. Certamente também não afecta significativamente a Natureza, pois ao longo de milénios, a Terra já sofreu bem pior, e ainda cá está. Não percebo grande coisa de economia, mas se calhar estes incêndios até são bons para certos niches económicos.

Calma, ainda não acabei de escrever, continuem a ler antes de fazerem juízos.

 

Felizmente ou infelizmente, o ser humano não é só um animal prático, mas também extremamente social. Dito isso, nestas alturas o melhor e o pior da sociedade vem ao de cima. Sendo uma pessoa negativista, eu tenho tendência a dar mais importância ao pior que vejo.

 

Vejo pessoas a defender a pena de morte aos incendiários, e isto mete-me confusão. Existe uma quantidade infernal de ódio gerada pelos eventos dos últimos tempos, comparável na sua proporção apenas aos próprios incêndios em si.

Ainda compreendo mais ou menos o pessoal que diz que se devia obrigar os incediários a replantar florestas e limpar matas, mas há obviamente quem exagere e que queira obrigar os criminosos a trabalhos forçados.

Às vezes pergunto-me se quem diz isto sabe realmente o que a expressão "trabalhos forçados" quer dizer? Pergunto-me se estas pessoas sabem o que quer dizer MATAR alguém?

Vi pessoas a dizer que se deviam mandar os pilantras para dentro dos fogos, em praça pública! Sei que estamos num país tradicionalmente católico e consequentemente algumas ideias de Inquisição ainda pairam por aí, aparentemente, mas parece-me um retrocesso civilizacional sequer propôr tais extremos. Pergunto-me se teriam coragem de pegar numa torcha, olhar o criminoso nos olhos e acender pessoalmente o lume que o mataria?

 

Não me interpretem mal, eu não estou a pedir indulgência para esses piromaníacos, interesseiros ou negligentes que ateiam os fogos. Apenas me revolta um bocado a reacção violenta com que as pessoas continuam a ter com uma situação que já deveria ser banal.

Chamem-me o que quiserem, mas todos nós sabemos que isto nunca mudará. Os incêndios são o nosso terrorismo, no sentido de ser já um FACTO tomado como garantido e impossível de combater. Não temos força social/política/judicial/económica/não-sei-quê para acabar com este problema. Temos de nos aperceber que estaremos perpetualmente a lutar contra os sintomas, e nunca contra as causas.

 

Concluindo, portanto, da próxima vez que sentirdes um ódio de morte imenso dentro de vós, reflecti nesta pergunta:

Who made you God to say "I'll take your life from you"?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


1 comentário

De HD a 11.08.2016 às 22:51

Muito profundo. Difícil de digerir...

Comentar post




calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D