Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Música: Strange Kind of Woman

por Rei Bacalhau, em 14.12.14

Já quase tenho uma tradição de partilhar todos os anos uma música do Álbum. A primeira vez foi em 2012, quando ainda escrevia coisas destas no Facebook, antes deste blog existir sequer. Imaginem lá o que é este formato de texto no Facebook. Era do pessoal arrancar os cabelos. Na altura foi a Lazy, provavelmente a mais relevante do álbum, para mim. Em 2013, já aqui no blog, foi a Highway Star, cheia daquele ritmo alucinante.

Faz então agora em Dezembro 42 anos que o Made in Japan, dos Deep Purple, foi lançado (apesar de ter sido gravado em Agosto de 1972). 

Visto que é um álbum ao qual volto recorrentemente, é quase apropriado dizer que é a minha meretriz musical. Como tal, desta vez a música será relacionada com esses assuntos mais... fálicos.

Strange Kind of Woman é o quinto tema do álbum, sendo a precursora directa da Lazy, já mencionada. Diz-se que a música era para se chamar Prostitute, já que a letra é exactamente sobre isso. Originalmente a música teria pouco menos de 4 minutos.

Na versão Made in Japan, tem mais do dobro disso. Perguntam-se então, com certeza, mas que raio é que eles fazem para a música durar tanto mais tempo?

É infame a relação que Ian GIllan, o vocalista, tinha com o Ritchie Blackmore. Basicamente, pode-se dizer coloquialmente, andavam sempre às turras um com o outro, tanto dentro como fora do palco. A questão é que no palco a rivalidade era mascarada em momentos musicais prolongados como o presente em Strange Kind of Woman. A certa parte da música os dois entram num dueto para se tentarem superar um ao outro. O vídeo que vou mostrar é dos anos 80, mas demonstra o que quero dizer:

 

 

Claro, por ser um álbum ao vivo, os solos instrumentais têm obrigatoriamente de ser prolongados e criativos. No entanto, sinta-se a energia que é emanada quando toda a banda volta para o ritmo original da música para acabá-la.

E no fundo, como sempre, Ian Paice, o incansável baterista.

Eis então, Strange Kind of Woman, do meu muito adorado Made in Japan, a Magnum Opus dos Deep Purple.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


1 comentário

De José da Xã a 15.12.2014 às 20:51

Por alguma razão acho que o "Made in Japan" é um dos melhores discos do século XX.

Comentar post




calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D