Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Father O.S.A.

por Rei Bacalhau, em 14.10.18

Eu gosto de músicas grandes.

 

A vantagem do rock progressivo é que sendo um género relativamente menos popular (em comparação com outros, claro), existem várias bandas que de vez em quando ficam esquecidas no tempo e que podem ser redescobertas. Algumas destas são conhecidas pelas suas fases mais "pop", apesar de terem começado como rock progressivo (o caso mais flagrante disto são os Queen). Ainda bem, sinceramente, acho bem que uma banda queira andar a saltar de género em género mantendo sempre uma estilo mais ou menso coerente ou reconhecível.

 

Um outro exemplo deste padrão são os Styx, uma banda com um nome ominoso, mas bastante adequado ao género. Não sei até que ponto eles terão sido conhecidos em Portugal, mas sei que eles têm algumas músicas conhecidas, por exemplo a Mr. Roboto:

 

 

Mas esperem, eu tinha dito que gosto de músicas grandes, e toda a gente sabe que música grande é tudo o que for além dos 6 minutos, no mínimo.

Retrocedamos então no tempo para ouvirmos um tema sobre um frade da Ordem de Santo Agostinho (O.S.A.) bêbado, com um estilo barroco a acompanhar.

 

Father O.S.A., dos Styx:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:00




calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D