Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Inominável nº 16

por Rei Bacalhau, em 07.10.18

Chego um bocado atrasado à festa, mas saiu na sexta-feira uma nova e única edição da Revista Inominável.

Na coluna 2D3D discutirei brevemente as capacidades dos videojogos de poderem conectar pessoas em todo o mundo ou até simplesmente na mesma sala, através de videojogos com suporte a modos multi-jogador.

Creio que a revista tem lá outras coisas sobre outros assuntos. Se forem lá ver e for verdade depois leiam e digam-me se é alguma coisa de jeito (e sim, estou só a tentar enganar as pessoas para que leiam o resto da revista, também merece, não sou egocêntrico, ora essa).

 

Para ler, AQUI ou no blog da revista.

 

Referi que esta edição era única pelo facto de ser a última. Foi sem surpresa (mas com alguma melancolia) que recebi a notícia do fim desta aventura, que acredito que tenha tido todo o mérito e eu verdadeiramente ansiava por ler os artigos dos meus colunistas favoritos, o que quer dizer que empenho por parte de todos não faltava. Contudo, gerir e editar e publicar a revista revelou ser uma tarefa extraordinariamente colossal para uma redação desproporcionadamente pequena e gostaria de congratular as Inomináveis-Mor (como se auto proclamavam) Maria Alfacinha e Ana CB pelo esforço estóico e heróico com que defrontaram os prazos apertados de publicação da revista.

 

Gosto de acreditar que o universo da língua portuguesa ficou só um niquinho mais rico com a existência da revista. Quem sabe, talvez um dia apareçamos no Portugal em Directo.

 

Mas demos música aos sentimentos actuais. Tendo em conta as circunstâncias, parece-me adequado que a música de hoje tenha algo a ver com videojogos. 

A saga de videjogos Metal Gear Solid é famosa por dar uma imensa importância a certos temas musicais em partes criticalmente dramáticas do videjogo (como só os japoneses sabem fazer). É difícil explicar a relevância da música que vou apresentar (e nenhuma saga de videjogos tem um enredo tão rebuscado e complicado como o Metal Gear Solid), mas acreditem que para fãs convictos da série, o momento era de ir às lágrimas (e conhecendo o Hideo Kojima, as lágrimas seriam propositadas para os jogadores humedecerem os olhos para continuarem a jogar).

Como também gosto de dramatismos, utilizarei o mesmo tema, e não se admirem não perceberem nada do que é dito, porque a música é cantada em gaélico, só porque sim.

 

Tudo o que sei é que talvez o melhor ainda esteja para vir.

 

The Best Is Yet To Come, da banda sonora do Metal Gear Solid:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00


Inominável nº 15

por Rei Bacalhau, em 10.08.18

Olá!

 

Venho interromper as minhas férias do blog para divulgar à minha extensa hoste de leitores a minha participação na Revista Inominável, cujo novo número saiu precisamente agora. 

 

No meu artigo farei uma análise a um videojogo português recente chamado "Lots of Balls". Estejam à vontade para dar uma vista de olhos.

 

LINK

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:10


Inominável nº 14

por Rei Bacalhau, em 01.06.18

É precisamente num dia tão simbólico que nasce uma nova edição da Revista Inominável!

Quer dizer, na verdade foi um acaso que a primeira sexta-feira de Junho fosse por acaso no dia um. Ah e tal, mas as coincidências têm um significado muito profundo.

 

Bom, na coluna 2D3D, para além de fazer comentários pouco sensíveis, abordo um tema relacionado com videojogos que qualquer progenitor deveria ter em conta em relação aos seus infantes, especialmente se forem daquele tipo de pais que não consideram os miúdos simplesmente mais uma despesa.

 

Sem mais demoras, eis a hiperligação para a REVISTA em si e um outro para o BLOG da revista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


Inominável nº 13

por Rei Bacalhau, em 06.04.18

Desta vez coube-me a mim fazer a secção do "Cá por Casa" da Revista Inominável, que vai agora na edição nº 13.

 

Adicionalmente introduzo brevemente um videojogo recente chamado Into the Breach.

 

Portanto, divirtam-se, inclusive e especialmente com os outros artigos. Há lá algo para todos.

 

Para ler AQUI ou no BLOG.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:25


Inominável nº 12

por Rei Bacalhau, em 09.02.18

Eis que sai a edição nº 12 da Revista Inominável, onde desta vez falo muito superficialmente (e com pouca clareza) sobre o processo de criação de um videojogo.

 

Para ler, AQUI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11


Inominável nº 11

por Rei Bacalhau, em 01.12.17

Tudo na vida tem um lado Bom, um lado Mau e um lado Feio. Bom, talvez não tudo, mas gosto de pensar que sim só para parecer mais dramático.

Seja como for, os videojogos não são excepção e nem sempre as interacções com eles são divertidas e cheias de positivismo.

 

Feita a introdução, resta dizer que saiu um novo número da Revista Inominável. Neste artigo da rubrica 2D3D falo sobre a minha última experiência de Minecraft, um videojogo relativamente famoso, que muitos adultos confusos poderão reconhecer como "aquele jogo que o puto está sempre a jogar que é todo aos quadrados".

 

Tendo em conta a ambiguidade do termo, deixar-vos-ei descobrir o que quero dizer com "último".

 

Para ler, AQUI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35


Inominável nº 10

por Rei Bacalhau, em 06.10.17

Eis o lançamento comemorativo dos dois anos da Revista Inominável, em que nem tudo é preto e branco.

 

Para ler AQUI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:08


Inominável nº 9

por Rei Bacalhau, em 04.08.17

Contrariamente à cultura portuguesa, a Revista Inominável teve a perfeita oportunidade de tirar férias e escolheu não o fazer.

Dito isso, apresento a nona edição. O meu artigo foca-se num videojogo relativamente recente chamado PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS. E mais não digo.

Para ler AQUI.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50


Inominável nº 8

por Rei Bacalhau, em 02.06.17

Eis mais uma edição da Revista Inominável, da qual ainda sou parte, por alguma razão (como é que as editoras ainda não se fartaram de mim nunca conseguirei explicar).

O meu artigo tem como título "O Tabu", e mais não digo, pois assim fica misterioso o suficiente para irem ler a revista.

Não é que este blog contribue muito para o contador de visualizações da revista, mas pelo menos posso dizer que tentei. ¯\_(ツ)_/¯

Ah, eis o link para o blog da revista e o link directo para a revista em si.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


Inominável nº 7

por Rei Bacalhau, em 07.04.17

Honestamente, já nem me lembrava do que é que eu tinha falado para esta edição. Tive de ir lê-la de novo.

 

Enfim! Eis mais uma edição da Revista Inominável, em que desta vez na minha coluna falo sobre videojogos de carros cujo objectivo é NÃO fazer corridas.

A não ser que contemos as corridas que os peões virtuais fazem ao fugir de nós.

 

Para ler e apreciar, AQUI.

 

Não, espera... eu falo de cenas bastante horríveis nesta edição...

Ok, pronto, para ler, pelo menos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23



calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D